design cartão de visitas

Dicas para fazer o melhor cartão de visitas para seu negócio

Apesar de as mídias digitais significarem a nova era da comunicação, o cartão de visita ainda é uma das formas mais eficientes de propagar o seu negócio. Ele serve tanto para pessoas físicas em serviços independentes como jurídicas.

Contudo, a comunicação visual de um cartão de visitas necessita das ferramentas certas, dos elementos corretos, as cores bem selecionadas e um design eficiente, para que seja alcançado o efeito esperado.

Por isso, confira as dicas e cuidados a seguir que podem te ajudar.

A importância da identidade visual de uma empresa

A visão é o sentido mais estimulado de um cliente. É por esse motivo que as lojas investem em vitrines. Os comerciais são extremamente atrativos aos sentidos.

Essa necessidade de atrair o cliente com o olhar deve estar em todos os elementos visuais de uma empresa. Aí entra o cartão de visitas e, com igual importância, os banners, panfletos, flyers e todo item a ser impresso ou divulgado nas redes sociais.

É através da comunicação visual que seu cliente consegue não apenas entrar em contato como se lembrar da sua empresa. O cartão de visita entregue em mãos é, portanto, a porta de entrada para um primeiro contato.

Escolha um bom design/modelo

O design é o conjunto de elementos contidos em um cartão de visita. É a soma de informações escritas, logo da empresa, fontes e cores selecionadas. Este conjunto é a peça chave para atrair o cliente para, ao menos, analisar seu cartão após receber.

Dá para fazer um cartão de visita sozinho? Sim, se você conhecer o básico do design gráfico e da importância de cores e fontes.

No geral, o ‘marinheiro de primeira viagem’ em comunicação visual tende a escolher fontes as quais o agradem. Contudo, não é o mais indicado na maior parte das vezes para os clientes ou não combina com o formato do negócio, por exemplo.

Vale então pensar em contratar um designer gráfico para criar o cartão. Com este serviço, o cartão de visitas pode ser impresso em qualquer gráfica de sua preferência.

Escolha bem as cores do seu cartão de visita

As cores possuem impacto e relevância para o modelo de negócio. Em outras palavras, algumas cores combinam e outras nem tanto.

Este estudo é feito pela publicidade para indicar quais cores e tons combinam mais com a empresa. Vermelho e amarelo, por exemplo, já foram comprovadas por meio de estudos serem as melhores cores para alimentação. São os tons usados em aparelhos domésticos para cozinhas modernas e também em logo de empresas do setor.

Frente e verso ou só frente? Depende

O formato padrão de um cartão de visita é 9cm x 5cm, perfeito para encaixar na carteira do cliente e o mesmo usado por porta cartões vendidos em papelarias. Ele pode ainda ser frente e verso.

Qual seria o melhor ou o mais indicado: usar só a frente ou os dois lados? A resposta é: depende. Se a sua empresa possui informações suficientes para um lado apenas, é o mais indicado pela simplicidade. É mais fácil de ser lido e todas as informações estão unidas em um único plano. Evita que o cliente precise tirar do seu porta cartões, por exemplo, em caso de modelos pasta.

Contudo, o modelo frente e verso anda sendo muito trabalhado e aceito no mercado. A disposição de uma logo na frente para maior impacto e as informações na parte de trás com simetria também funciona.

Há ainda a possibilidade de ser vertical ou horizontal. O considerado “tradicional” e o mais comumente usado é o horizontal, mas os dois são bem aceitos e considerados “corretos”.

Informe tudo o que for importante para encontrar a sua empresa

Existem duas finalidades para a entrega de um cartão de visita: fazer uma pessoa conhecer ou informar mais contatos para um cliente. Para os dois usados as informações textuais são de suma importância.

Todo cartão de visita deve conter:

  • Nome e logo da empresa;
  • Endereço físico;
  • Site;
  • Telefones para contato – fixo e celular.
  • E-mail;
  • Perfis em redes sociais.

Caso seja um cartão de visita para cada funcionário em específico, é só acrescentar o nome do funcionário e seu cargo. Exemplo: Fernando Souza, CEO.

Destaque o nome da empresa

O nome da empresa ou a sua logo devem ocupar um espaço de destaque na arte do cartão. Deve ser o primeiro ponto a ser analisado quando um cliente estiver com o pequeno pedaço de papel cartão em mãos. Ele pode vir logo ou juntamente à logo. Por exemplo: a logo em cima e o nome embaixo ou apenas a logo se ela contiver o nome.

Há várias propostas de como colocar o nome da empresa em um cartão de visita que funcionam muito bem para o design como um todo. Contudo, ela deve se apresentar em um tamanho levemente maior que as demais informações.

Pode vir:

  • Na frente: com todas as informações da empresa na parte de trás;
  • No canto superior direito: com as informações abaixo ou centrais;
  • No canto inferior esquerdo.

Qualidade de impressão é crucial!

O design e as informações são cruciais, mas para complementar o conjunto da perfeição é importante um bom papel e uma boa qualidade de tinta.

Apesar de as impressoras caseiras atualmente terem uma qualidade muito boa, nada se compara ao equipamento de uma gráfica. É possível criar sozinho a arte em casa (ou encomendar com um designer) e levar para uma empresa especializada apenas para a impressão. Assim a qualidade será superior.

O papel entra neste quesito também. Deve ter gramatura acima de 80 e um bom acabamento.

Para se diferenciar, invista nos detalhes

O visual de um cartão de visitas é amplo quando se trata das possibilidades de uma arte. Logo, é importante pensar em diferenciar. Um grande exemplo é o acabamento em verniz. Este pode ser de apenas um lado ou dos dois.

Há ainda a possibilidade de uso de papel fotográfico, interessante se é uma empresa de fotografia, por exemplo.

Seguindo as regras acima cada empresa ou pessoa física é livre para criar um lindo e eficiente cartão de visita. Contudo, em caso de dificuldade contratar um design é a melhor saída.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.